21 março 2013

Tempo de lembranças


Hoje, no programa "A Cantar" da Antena 1  David Ferreira falou do maestro e compositor Frederico de Freitas.
Subitamente regressei ao passado ao ouvir dois versos de uma canção:
"Jogador da bola sem perder a fé rebentava o mundo se lhe desse um pontapé"
"Quem tem massa vai ao Porto, quem não tem fica em casa"

Estes dois versos ouvi-os tantas vezes quando eu era garoto, da boca do Ti Bombardino.
Eu e muitos da minha geração. Nunca percebi onde é que o homem alegre, bem disposto e que gostava da algazarra dos garotos - coisa rara na maioria das pessoas já com uns anos contados - desencantara estes versos.

Hoje, umas boas décadas depois fez-se luz. Não tenho receio de mostrar a minha ignorância no que toca à história do cinema portugês. Na verdade fiquei a saber que estas linhas são da "Canção do Futebol" que integrava o filme "O Trevo de Quatro Folhas", estreado a 1 de Julho de 1936.
A canção é de Tomaz R. Colaço e Frederico de Freitas, interpretada por Beatriz Costa e Nascimento Fernandes.

Cada estrela de oiro
Diz a quem a escute
Foi um anjo loiro
Que me deu um chute
É jogar com calma
Sem perder a fé
Teima e leva a palma
Jogador com alma
Rebentava o mundo
Se lhe desse um pontapé

Saia quem é torto
Viva o sol em brasa
Quem tem massa vai ao Porto
Quem não tem ficou em casa
A Maria Rita, hoje ressuscita
Hei-de a ver no desafio
Com um grãozinho na asa

Se a selecção trabalha
É como eu quero
Agora é que não falha
Nove a Zero


2 comentários:

Anónimo disse...

Do mesmo autor, tb. me lembro desta quadra :

o padre vendeu a égua
para lhe não dar a cevada,
agora quer ir á missa
a cavalo na criada.

Bons tempos em que, parafraseando ainda o Ti Bombardino, "um homem valia mais que cem mosquitos ".


Saúde

C.S.

A. Manuel disse...

Caro CS
Pesquisando a quadra que aqui deixaste encontrei no Blog de Mós encontrei uma foto do sr. António Manuel Soeiro e alguns comentários.

É aqui:
http://fg-mos-vila-antiga-medieval-tmoncorvo.blogspot.pt/2010/05/aos-amigos-de-baco-de-mos.html#comment-form